Assistência ao Consumidor - 0800 723 4762
Atendimento de segunda a sexta-feira
Das 08:00 às 18:00 (exceto feriados)

PULVERIZAÇÃO AGRÍCOLA

Artigos | 21/11/16

Uma realidade no ramo agrícola são as pragas, que, caso não sejam combatidas, resultam em perdas cujo montante pode inviabilizar a atividade. Deste modo, independente da escolha do defensivo agrícola, torna-se essencial pulverizar a plantação, operação geralmente efetuada em nível do solo, que é perfeitamente viabilizada com o auxílio de equipamento manual e portátil. Uma série de modelos, compatíveis com aspersão de líquidos, possibilitam a adequação com diversos portes de cultivo, a começar de jardins domésticos, evoluindo em capacidade do tanque e recursos de mobilidade para grandes áreas de plantio.

Bomba Flitz

Trata-se do pulverizador manual que gera o facho de defensivo em tempo real, usando reservatório de
350 ml, o menor dentre os oferecidos pela VONDER. O processo de pulverização de líquidos de fato é universal, baseado em efeito Venturi: um pistão comprime o facho de ar na direção do bico de aspersão; ao passar em alta velocidade pelo duto, o ar encontra uma derivação que comunica ao depósito vedado, contendo defensivo líquido; a vazão de ar produz no interior desse depósito uma rarefação, nebulizando a superfície do líquido, névoa essa que acaba arrastada para o facho, chegando com o ar até o bico de aspersão, de onde é ejetado sobre a vegetação cultivada.

Pulverizador de gatilho

Dotado de reservatório de
450 ml, este modelo utiliza gatilho vinculado a uma bomba de ar. Ao se formar uma pressurização positiva dentro do reservatório, se forma uma vazão no duto de exaustão, suficiente para proporcionar o efeito Venturi, que persistirá enquanto durar o curso do gatilho. Com o retorno deste à posição inicial, a pressão interna volta a se equalizar, retornando o dispositivo à prontidão para nova aspersão. Deste modo, o pulverizador pode persistir em funcionamento enquanto houver produto defensivo no interior do reservatório.

Pulverizador tipo trombone

Neste
modelo, a pressurização é obtida no conjunto da lança: à medida que a haste é recolhida, forma-se uma pressão positiva no interior do tanque, gerando uma vazão de ar que retorna pela lança, em direção ao bico de aspersão; de passagem, é acionado o tubo Venturi, que salpica o facho de ar com gotículas de defensivo pulverizado, possibilitando direcioná-lo sobre a plantação. Com a distensão da haste, a pressão é equalizada, deixando o conjunto em condições de iniciar novo ciclo de aspersão. A vantagem deste tipo de pulverizador é a sua ergonomia, distribuindo os esforços de bombeamento entre a mão, o antebraço, o cotovelo e o braço.

Pulverizador de compressão prévia

Trata-se de uma
série de dispositivos dotados de bomba de ar, cuja finalidade é propelir o ar em caráter contínuo, embora comandado via gatilho instalado na lança. Enquanto persistir a pressurização, liberada a vazão pelo gatilho, o efeito Venturi possibilita borrifar o defensivo pulverizado sobre a plantação. Cessada a pressão, basta bombear ar novamente e prosseguir na proteção à área cultivada. A capacidade varia conforme o modelo, podendo evoluir até 20 litros, criando a necessidade de estrutura montada sobre rodas. Novamente, a operação de bombeamento se reflete em reduzido esforço ou desgaste ergonômico, e, conjuntamente com os recursos de deslocamento assistido sobre rodas, otimiza o conforto durante a execução da tarefa.
Voltar
Logo da Vonder

Assistência ao Consumidor - 0800 723 4762

Atendimento de segunda a sexta-feira, das 08:00 às 18:00 (exceto feriados)

Logo da OVD